movimento_natura.blog

Archive for the ‘responsabilidade social’ Category

blog-action-day-2008.jpg

Hoje o tema é triste e muito preocupante. No intuito de participar da mobilização proposta pelo Blog Action Day 2008 e de juntar nossa voz à milhares de vozes no mundo todo no dia de hoje para discutir sobre a pobreza, tema deste ano, publico este texto aqui na esperança de sensibilizar nossos leitores.

A pobreza pode ser entendida como a carência extrema de recursos, bens e serviços essenciais para a nossa sobrevivência. Hoje, aproximadamente metade da população mundial vive em situação de pobreza. Todos os anos cerca de 50 mil pessoas por dia) morrem por razões relacionadas com a pobreza, sendo a maioria mulheres e crianças. Os números são alarmantes e na hora pergunta-se:

Quais são as causas primeiras da pobreza? O que está sendo feito para erradicá-la?

Mas as respostas não são simples…

A pobreza não resulta de uma única causa mas de um conjunto de fatores. A condição de pobreza também é geradora de outros dos principais problemas sócio-econômicos e por isso combater a pobreza é combater este conjunto de fatores de forma coordenada. Em 2000, a ONU – Organização das Nações Unidas, ao analisar os maiores problemas mundiais, estabeleceu 8 Objetivos do Milênio que são 8 Jeitos de Mudar o Mundo. Divulgo estes objetivos abaixo pois acredito muito que na busca por alcançá-los, poderemos melhorar a pobreza e as condições de vida das pessoas no mundo.

8jeitos.jpg

8odm.jpg

Uma das metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) é diminuir em 50% o índice de pobreza no mundo até o ano de 2015. Infelizmente, de 2000 para cá muita coisa mudou, e problemas graves como a crise alimentar e as mudanças climáticas vieram para ameaçar o êxito no cumprimento dos ODMs, segundo Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU.

A apresentação de novas iniciativas são essenciais e a intervenção governamental é decisiva para os resultados esperados. Mas você também pode fazer a sua parte. Veja quais são as medidas para melhorar o ambiente social e a situação dos pobres:

1) Habitação econômica e regeneração urbana.
2) Educação acessível.
3) Cuidados de saúde acessíveis.
4) Ajuda para encontrar emprego.
5) Subsidiar o emprego para grupos que normalmente tenham dificuldade em consegui-lo.
6) Encorajar a participação política e a colaboração comunitária. VOCÊ PODE!
7) Trabalho social e voluntário. VOCÊ PODE!

Até o momento, temos 12,413 Blogs particpantes, que juntos possuem 13,309,706 assinates de seus feeds. Dá para atingir muita gente…

No ano passado, primeiro ano do Blog Action Day, o tema foi Meio Ambiente, e os resultados foram expressivos. Queremos repetir a receita ano após ano, e fomentar a discussão sbre temas importantes, vistos por uma multiplicidade de ângulos que enriquecem a cadeia de informação e conhecimento que se forma com um simples ato individual. Para saber melhor como participar, dea uma olhadinha na prévia que eu dei lá no blogConsultoria.
Corre postar o seu, divulgar pra quem for, fazer a sua parte.
Ainda dá tempo!

Participe do Blog Action Day 2008!

É curioso como mudanças de profunda representatividade podem ser encaradas de forma tão simplista. Quando os novos sabonetes Natura Ekos foram relançados, logo comuniquei aos meus clientes: houve mudança na fórmula, nas embalagens, no tamanho da unidade e lançamentos de novos sabonetes e kits. Mas essa é a percepção mais superficial das mudanças, os motivos e fatores que as envolvem são bem mais profundos e partiram da eterna preocupação da Natura em preservar o planeta. Meus esforços não são poucos em comunicar isso aos meus clientes. A percepção natural e superficial da mudança é que os sabonetes ficaram mais cheirosos, mais cremosos e hidratantes. Mas será que eles se lembram e se importam dos reias motivos para que os sabonetes tenham mudado? Como consumidores conscientes, deveriam.

A HISTÓRIA
A Linha Natura Ekos, desde o seu lançamento em 2000, tinha a proposta de usar a diversidade brasileira como matéria-prima para seus produtos, comprando ativos como castanha, buriti e andiroba de comunidades locais que passaram a extraí-los de forma sustentável.
Depois, iniciou-se um movimento na empresa para trocar os componetes minerais dos produtos, derivados do petróleo, por substitutos 100% vegetais, chamado pela Natura de “vegetalização”. Assim, em 2003, todos os sabonetes Natura ganharam base vegetal.

OS MOTIVOS PROFUNDOS
A novidade é que agora, TODOS os sabonetes Natura serão produzidos na sua mais nova fábrica: a Unidade Industrial Benevides, em Belém, Pará. O oleína de palma, matéria-prima para a massa base dos sabonetes, que hoje é comprada hoje de uma empresa privada, passa a ser produzida na nova fábrica a partir de 2008. Agricultores da região estão se preparando para serem fornecedores diretos desta matéria-prima renovável e formar uma cadeia de fornecedores para uma produção sem agredir o meio ambiente, além de incentivar a conservação das espécies nativas da região. Estima-se que em 5 anos, 2 mil famílias de pequenos agricultores se beneficiarão do valor comercial da palma.

A fábrica de sabonetes em Benevides é baseada nos três pilares da sustentabilidade:
RESPONSABILIDADE SOCIAL, ECONÔMICA E AMBIENTAL.

OS SABONETES
Muito coloridos e cheirosos, conquistam pelos seus elementos multisensoriais. Cores e cheiros da natureza, sementes esfoliantes e uma espuma deliciosamente cremosa.

Sabonete feito a mãos.
Mãos que colhem.
Mãos que fabricam.
Mãos que usam.
Mãos que, juntas,
constróem uma história

Encontrei um cheiro que não consegui definir direito ainda. Um cheiro confortável, ambarado, mas ao mesmo tempo doce, sem ser enjoativo, com um toque fresco, sei lá… CHEIRO DE CUPUAÇU! Estou tão apaixonada pelo cheiro dos produtos Ekos Cupuaçu que fiquei curiosa e fui pesquisar sobre esta fruta, o que aumentou mais ainda meu encantadamento.


crédito imagens:

flor de cupuaçu – Suz Profeta (Copenhagen, Dinamarca); fruto cupuaçu – Sandra Turbe (Brasil); menino – Next of Kin; polpa cupuaçu – Gilberto Santa Rosa (Rio de Janeiro, Brasil)

Agora novidade mesmo pra mim foi o Cupulate, que possui o mesmo gosto e textura do chololate, mas é feito de cupuaçu ao invés de cacau. Seu parentesco com o cacau é próximo: ambos pertencem ao gênero Theobroma, palavra de origem grega que quer dizer manjar dos deuses (nossa, adorei isso!) e de suas gordurosas amêndoas extrai-se uma pasta semelhante àquela com que se produz o chocolate e a manteiga de cacau.

O cupuaçu também é muito apreciado na composição de produtos cosméticos por suas propriedades emolientes confortáveis para a pele. Depois de retirada a sua polpa, coloca-se as sementes para secar ao sol e delas retira-se um óleo que rapidamente se cristaliza em uma mateiga nutritiva que é a base para os produtos Natura Ekos Cupuaçu.

O melhor de tudo isso é que por todas as qualidades do cupuaçu, sua produção comercial está beneficiando muitas comunidades de cultivo pelo aumento no interesse do mercado internacional em produtos naturais e amazônicos. Um ótimo exemplo é o projeto RECA (Reflorestamento Econômico Consorciado e Adensado) com sede em Nova Califórnia, divisa entre Acre e Rondônia, criado por agricultores sulistas que mudaram-se para a região em busca de novas terras e melhores condições de vida e passaram a cultivar o cupuaçu, a castanha e a pupunha, típicas da região.

Vocês percebem que aí se inicia uma cadeia que pode possuir um equilíbrio perfeito?

A comunidade extrai de maneira sustentável os frutos da terra e se beneficia do seu valor comercial. As empresas compram os ativos e matérias-primas para seus produtos e apóiam projetos em benefício da terra, da comunidade e sustentabilidade. Os consumidores dão preferência a adquirirem produtos de empresas com atitude ecológica e sustentável, o que faz com que o ciclo se feche. É o mundo ideal, não?

Pensem nisso… e assistam a esses dois vídeos maravilhosos, o primeiro, sobre o cupuaçu e o segundo para saber mais detalhes sobre o projeto RECA.



este blog está abandonado por conta do intenso trabalho em meus outros blogs:

www.blogconsultoria.natura.net

www.eupossocuidardemim.com.br


blog stats

  • 330,356 acessos

aqui, acolá

RSS feed dos posts meu Technorati profile del.icio.us bookmarks
View Luciana Soldi Bullara's profile on LinkedIn

movimentos…

Add to Technorati Favorites Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

del.icio.us

na gaveta

flickr photos


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
agosto 2017
S T Q Q S S D
« dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031