movimento_natura.blog

Archive for the ‘arte’ Category

Ontem o debate no Campus Blog foi, digamos… um tanto acalorado. Ainda estou digerindo tudo o que foi dito e tudo que eu disse, em momentos de pura inquietude da alma. Relembro as perguntas que me foram direcionadas e consigo agora formular melhor as respostas, mas então que bom! O tempo passa e tudo só melhora. Que bom que não sou a mesma pessoa de ontem, e amanhã já mudarei de novo. Este período de digestão, torna meu cérebro e corpo ainda mais cansados. Então dá licença, vou descansar, receber uma massagem e já volto.

Deixem recados após o bip.

Blogando sobre qualidade de vida e não sai de frente do computador né…
TE PEGUEI! [essa é minha consciência, conversando comigo ontem, 4 am]

Eu sei, já fiz a coisa direitinho e estou em débito… Mas é muito trabalho e muita, muita paixão por tecnologia! Quem aguenta? Me esforço e tento um GTD aplicado enquanto a síndrome da Mulher Maravilha não passa… mas só depois do dia 17/02, porque até lá, estou no Campus Party.
Começou ontem na Bienal aqui em Sampa e colocou os loucos por tecnologia em atividade. Astronomia, CampusBlog, Criação, Desenvolvimento, Games, Modding, Música, Robótica, Simulação, Software Livre… enfim, loucuras para todos os tipos de loucos. E todo mundo está blogando about.

Dá pra acampar com HD caixa preta ou fazer como eu: ir quando dá 😦
Enquanto não vou lá conferir, acompanho tudo via o blog oficial do evento e o Ladybug Brasil, da Lucia Freitas, coordenadora do CampusBlog. Dá pra dar muita risada também com o Livestream do BlogBlogs, twittagem em massaaaaaaaaaaaaaaa e uma vitrine imensa de quem passou por ali.
E atente para a sonoridade da frase: quem tá lá tem link de 5GB 🙂

Aqui no _mov, destaque para a área de Inclusão Digital e o Campus Verde, uma iniciativa [simbólica] à preservação do meio ambiente no evento. Mas aonde está a metareciclagem nessa história? Cairia como uma luva, ninguém teve essa idéia? Poderiam fazer a coleta de resíduos eletrônicos lá! Fica a sugestão.

Vai ter também na sexta, dia 15/02 o debate: Qual é a dos Blogs Corporativos? Vou lá participar da mesa de discussão e descobrir qual é também…
I know, tomate information. Ficou com vontade? A programação do Campus Party ta facinho facinho no Google Agenda.

Depois eu conto.

Não passei pelo carnaval este ano, e mais uma vez, deixei ele passar por mim bem desapercebido… aperto um play num samba rock para distrair meus ouvidos e pezinhos e me lembrar apenas da beleza da manifestação popular e cultural e não do carnaval de excessos, um muito de tudo, e tudo muito igual.
Foi até difícil sentar e blogar sobre o caranaval, faltou motivação. Ano passado, por exemplo, resolvi destacar o Maracatu de Pernambuco, através dos olhos do fotógrafo Carlos Cajueiro, contrariando a TV, que parece resumir o carnaval ao circuito Rio-São Paulo.

Gostei da iniciativa da X-9 em usar lixo como matéria prima para fantasias e alegorias de carnaval, além de falar sobre a consciência ecológica. Mas aí acabei não assistindo ao desfile e não vi o resultado final 😦 Gostei também do massivo esquema de catadores de materiais recicláveis montados nos sambódromos, remediando os excessos. E mais uma vez, achei outro artista talentoso para ilustrar o nosso carnaval, aquele bonito de se ver: João Adami, Salvador, BA.

Simplesmente lindo…

zouk lovers

Posted on: junho 12, 2007

Ando doidinha por uma dança chamada zouk. Faz algum tempo que conheci esse estilo, mas só me entusiasmei mesmo agora, quando começaram a me ensinar o zouk de verdade. Eu tenho uma certa facilidade pra dançar por ser bailarina desde pequena, mas não é de todo fácil não. A primeira coisa que notei é a necessidade de soltar bem o corpo, apostura e os movimentos são bem relaxados… conmo gosta de dizer meu grande amigo made in London Phil Mayer, é bem rebolante… 🙂

Esses vídeos são dois dos meus preferidos que achei no youtube. Fora que a música é completamente envolvente e apaixonante. Enjoy!

O humor é resultado da produção de uma substância pelo cérebro chamada serotonina, que nos dá a sensação de bem-estar e tem importância vital para nossos relacionamentos. Traz espontaneidade e alegria para a nossa rotina e dá leveza aos momentos mais tensos. Ele é o tempero das relações, a balança que elquilibra o nosso dia-a-dia.

Ispirada nisso, a Natura usa como liguagem e a graça das charges assinadas pelos cartunistas Angeli, Caco Galhardo e Adão Iturrusgarai nos perfumes da linhas Humor, que acabam de ganhar mais duas novas fragrâncias: Humor 3 e Humor 4 que trazem todas as cores do bom humor em uma combinação inusitada, com óleos essenciais da Natura. Par serem usadas por homens e mulheres.

As charges são cheias de humor, tratando das situações comuns do cotidiano e mostrando como elas se tornam leves quando tratadas com alegria e risos!

Então deixe de bobagem e divirta-se! Afinal, a verdadeira felicidade não é a conquista de tudo que almejamos e sim alcançar a plenitude na maneira que encaramos a vida.


Desde o início a linha de perfumes Natura Humor teve essa proposta com as primeiras fragrâncias lançadas, Humor 1 e Humor 2. Muitas das charges da linha foram publicadas desde seu lançamento na Revista Natura, mas acho que esse filme publicitário foi o que mais marcou de toda a campanha anterior. Daquelas que a gnete ouve a trilha sonora uma vez e fica cantando o dia todo… Achei bacana rever.

Acesse o hotsite Natura Humor para conhecer de perto os produtos, mais charges e os filmes que fazem parte da campanha de lançamento das novas fragrâncias.



Achei interessante a visão desse fotógrafo, Chris Jordan, com seu mais novo trabalho “Running the Numbers – An American Self-Portrait” que seleciona elementos triviais do nosso cotidiano, como celulares, folhas de papel, garrafas de plástico, sacolas, cigarros, ou qualquer outro elemento da vida contemporânea autodestrutiva em quantidades específicas e expressivas atribuídas ao consumo de cada um deles, até ser impraticável conseguir decifrar de que elemento se trata, fazendo um retrato dos excessos da nossa sociedade.

“Minha esperança é de que as imagens representando essas quantidades deve causar um impacto diferente do que se fossem colocados em números isolados, como os que lemos diariamente em artigos ou livros. Estatísticas podem ser bem abstratas, sendo difícil visualizar o significado de 3,6 milhões de dólares em vendas de corros utilitários em um ano opor exemplo, ou 2,3 milhões de americanos na prisão ou 426 mil telefones celulares descartados todos os dias. Este projeto examina visualmente estes vastos e bizarros números da sociedade [americana], em grandes e intrincadas e detalhadas impressões, resultantes do agrupamento de milhares de fotografias menores.”

 

 

Depicts two million plastic beverage bottles, the number used in the US every five minutes.



Veja as outras imagens de “Running the Numbers – An American Self-Portrait”


este blog está abandonado por conta do intenso trabalho em meus outros blogs:

www.blogconsultoria.natura.net

www.eupossocuidardemim.com.br


blog stats

  • 330,356 acessos

aqui, acolá

RSS feed dos posts meu Technorati profile del.icio.us bookmarks
View Luciana Soldi Bullara's profile on LinkedIn

movimentos…

Add to Technorati Favorites Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

del.icio.us

na gaveta

flickr photos


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
agosto 2017
S T Q Q S S D
« dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031