movimento_natura.blog

o melhor de cada um

Posted on: fevereiro 23, 2007

Em todos os aspectos da vida só ganhamos quando damos o melhor de nós mesmos. Talvez porque, assim, compartilhemos com o outro o que temos de mais especial e valioso. O gesto deixa evidente a rede de relações em que vivemos: cada ação afeta o mundo à nossa volta e é revertida em bem para nós mesmos. Nesta matéria lançamos a pergunta: Quando você revela o melhor de você? Recebemos respostas diversas, mas, em comum, o desejo de melhorar o bem-estar individual e coletivo.

O voluntariado é a atividade em que fica ainda mais evidente o benefício que o melhor de cada um tem sobre o outro. Nossa reportagem principal revela que não só o voluntário o ferece o mehor de si. Quem recebe apoio também descobre na generosidade do outro a maneira de dar seu melhor.
Mas é preciso buscar o autoconhecimento e cultivar a auto-estima para conseguir dividir o que se tem de especial. Ao se valorizar, se cuidar, se fazer bonito por dentro e por fora, o melhor de cada um aflora e reverbera naturalmente, gerando bom-estar e harmonia.

| POR MARIANA GOMES E GABRIELA BORGES


 
Voluntariado é coisa séria e traz resultados. Quem já participou de qualquer programa social sabe que a doação do tempo, do trabalho ou talento não fica sem retorno. Uma pesquisa feita pelo Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) apontou que cerca de 20% dos brasileiros se preocupam em doar uma parte do seu tempo e de suas habilidades para ajudar o outro. Em uma população com cerca de 190 milhões de habitantes, essa parcela é bastante significativa. Mas há dados que não podem ser contabilizados, como a sensação de bem-estar que sentimos quando nossa ações fazem bem a alguém, por exemplo. Muitas vezes, é nesses momentos em que as nossas maiores qualidades se revelam com mais força. A Revista Natura conversou com voluntários e beneficiários das mais diversas instituições, em alguns lugares do Brasil, para mostrar comoo dar e o receber definitivamente trazem o melhor das pessoas à tona.

SORRISOS ESPEONTÂNEOS
Em janeiro de 2006, a dentista Adriana Aguzzoli, 35, tomou uma decisão que mudou seu jeito de ver a vida. Aceitou coordenar o Projeto Adote o Sorriso de uma Criança, em Caxias do Sul (RS). O projeto, criado há dez anos, cuida da saúde bucal de estudantes do Brasil todo. “Sempre tive vontade de fazer algo assim, mas não tomava iniciativa”, conta Dra. Adriana.
Uma das mudanças mais sentidas pela dentista
foi em sua relação com a vaidade. “Gosto de me pintar, de me arrumar. Mas foi a partir da prática do voluntariado, dessa relação próxima com o outro, que percebi onde se encontra a verdadeira beleza. Ela é subjetiva, se manifesta por meio de um conjunto de ações. Agora, quando me olho, percebo que fico mais bonita nos momentos em que me sinto bem comigo mesma, quando pratico o bem”, conta com satisfação. As crianças também oforecem muito aos voluntários, com sua espontaneidade e alegria. “Adoro quando a doutora vem. Ela nos ajuda a ter uma saúde melhor, um hálito bom e a sorrir sem vergonha”, diz Greice Roberta Padia, 10, aluna da Escola Municipal Rosário de São Francisco.

MÚSICA E FUTURO
Foi paixão à primeira vista. No dia em que assistiu a um concerto, Victor Morais se encantou com os sons do saxofone. Logo comprou um instrumento e começou a fazer aulas particulares. Mas o dinheiro apertou e, por indicação de um amigo, procurou a ONG Músicos do Futuro, em Taboão da Serra, São Paulo. “Adorei ver todos os alunos tocando e estudando”, conta. Em um ano, passou a ajudar outros alunos, enquanto estudava teoria e corria atrás de uma bolsa de estudos. O desenvolvimento humano, por meio da cultura e educação musical, é o objetivo da organização Músicos do Futuro. Fundada em 1996, pelo maestro Edilson Ferreira do Nascimento Junior,a ONG oferece cursos de música erudita e popular e nesses 10 anos já realizou apresentações em teatros e escolas municipais. Hoje, Victor cursa Música na Faculdade Cantareira e é professor voluntário na Organização. Caroline Francisco de Souza, 11, é aluna da ONG desde 2004, onde estuda trompa. Como grande parte das crianças, quer ser instrumentista quando crescer. “Adoro os ensaios e as aulas teóricas. Aqui aprendo tudo, escalas, métodos, intervalos”, conta. “Do mesmo jeito que esse trabalho mudou minha vida, eu busco ajudar os outros. Fico super orgulhoso de ver as crianças crescendo, se desenvolvendo e progredindo. Todo mundo adquire disciplina e postura, e isso influencia todos os aspectos da vida”, diz Victor.

BELEZA PURA
Oficinas de maquiagem em hospitais? É essa a proposta do Projeto Novos Olhares, que tem à frente Promotoras e Consultoras Natura. O objetivo do projeto é proporcionar a mulheres em situação de fragilidade física e emocional um novo olhar sobre sua própria vida. Márcia Piratelo é Promotora há seis anos e há cinco coordena voluntariamente um grupo que uma vez por semana visita o Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, na Grande São Paulo. Em um dia de beleza, elas ensinam pacientes e acompanhantes técnicas de automaquiagem. “Esse trabalho ajuda a levantar a auto-estima dessas mulheres. Elas se alegram e ficam felizes com o carinho. O resultado é emocionante”, conta Márcia. Lourdes Neta Pereira Borges estava acompanhando o sobrinho Wesley, de cinco anos, quando foi convidada a participar da aficina. “Achei muito legal. No hospital, normalmente as pessoas estão tristes, e começar a se perceber e a notar a beleza de cada um muda o nosso estado geral. Ficamos mais bonitas por fora e mais tranqüilas por dentro, saímos mais leves.” Márcia Também realiza um trabalho de conscientização sobre o que é ser um verdadeiro voluntário, mostrando a importância da constância, da consciência e do comprometimento para um trabalho bem realizado  e cheio de resultados positivos. “É gratificante a gente poder transmitir tudo isso. Às vezes acho que estou só doando. Mas recebo muito, pois a troca é constante. É o bem-estar-bem puro”, diz.

VIVENDO EM PAZ
Relacionamentos familiares complicados costumam derrubar a auto-estima e a confiança de mulheres das mais diversas classes sociais. No entanto, existem vários grupos e entidades que ajudam as famílias a solucionar esa questão e a viver em harmonia. As freqüentadoras da Casa da Mulher Lilith, em São Paulo, conhecem a violência doméstica de perto e sabem que é possível superá-la com a ajuda de profissionais especializados. Foi lá que Maria Aparecida de Lima, 67, buscou apoio para superar problemas com o marido, com quem é casada há 45 anos. “Eu era triste, não conseguia me expressar, não tinha vontade de me olhar no espelho. Deve ser porque ele revelava meu estado de espírito”, diz. De dois anos pra cá, sua realidade se transformou para muito melhor. Hoje, ainda casada, consegue transmitir sua alegria ao marido, que, por conseqüência, também mudou significativamente suas condutas familiares. Tudo isso aconteceu com a ajuda das voluntárias da instituição, e especial a psicóloga Neide Nicoletti Benedicto, 56. A relação entre as mulheres da instituição, sejam voluntárias ou beneficiárias, é uma só: todas dão e todas recebem. Esse intercâmbio constante, respeitando as diferenças de cada uma, faz com que as beneficiárias consigam resolver suas questões familiares. Neide acredita que parte disso se deve, sim, ao exemplo dado pelas voluntárias, em todos os aspectos, até no cuidado com a aparência. “Como me sentir feia ao lado de pessoas que buscam em mim somente coisas boas? Me cuido muito porque ali sei que sou um modelo.”

 

­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­Matéria publicada na Revista Natura ciclo 03/2007
A Revista Natura é uma publicação Natura Cosméticos S.A., editada e produzida pela Trip Editora e Propaganda S.A., dirigida às Consultoras, Consultores, consumidores e demais públicos de relacionamento da Natura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

este blog está abandonado por conta do intenso trabalho em meus outros blogs:

www.blogconsultoria.natura.net

www.eupossocuidardemim.com.br


blog stats

  • 330,423 acessos

aqui, acolá

RSS feed dos posts meu Technorati profile del.icio.us bookmarks
View Luciana Soldi Bullara's profile on LinkedIn

movimentos…

Add to Technorati Favorites Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

del.icio.us

na gaveta

flickr photos


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
fevereiro 2007
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  
%d blogueiros gostam disto: