movimento_natura.blog

não às sacolas plásticas!

Posted on: janeiro 5, 2007

Eles são práticos e parecem ser inofensivos, mas os saquinhos plásticos usados nos supermercados são uma praga para o meio ambiente.

A taxa mundial do consumo de saquinhos plásticos está estimada em 500 bilhões ao ano, quase 1 milhão por minuto. O mais preocupante é que apenas 0,6% deles são reciclados, e o tempo que eles demoram para se decompor na natureza é de até 500 anos. Efraim Rodriguez, doutor em ecologia pela Universidade de Harvard, aponta alguns hábitos que podemos adotar para diminuir esse impacto.

  • Habitue-se a andar sempre com uma sacola resistente para carrefgar suas compras.
  • Recicle seu lixo, assim você contribui para que o meio ambiente seja preservado para as próximas gerações.

Procurando informações sobre a reciclagem de sacolas plásticas, ou pelo menos como reaproveitá-las, achei o Projeto de Educação Ambiental da Uniplac – Universidade do Planalto Catarinense, no município de Lages-SC.
O projeto surgiu em 2004 através de encontros com os estudantes bolsistas, estes participaram de uma capacitação promovida pela Uniplac em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente e Cooperativa de Reciclagem de Lixo.
O Projeto tem como objetivo promover a Educação Ambiental na comunidade acadêmica e externa através da separação dos resíduos sólidos e plantio de espécies vegetais nativas.

Lá achei algumas coisas interessantes, como um passo a passo de como fazer croché de sacolas plásticas.

Para reciclar o lixo, dois passos são fundamentais: saber separar devidamente os materiais e entregá-los à postos de coleta seletiva. No caso dos plásticos, nem todos os tipos são recicláveis. Misturar plásticos recicláveis com os não recicláveis dificulta muito no processo de reciclagem final. Conheça as diferenças:

Plásticos recicláveis:

  • todos os tipos de embalagens de xampus, detergentes, refrigerantes e outros produtos domésticos;
  • tampas plásticas de recipientes de outros materiais;
  • embalagens de plástico de ovos, frutas e legumes;
  • utensílios plásticos usados, como canetas esferográficas, escovas de dentes, baldes, artigos de cozinha, etc.

Plásticos não-recicláveis:

  • plásticos (tecnicamente conhecidos como termofixos), usados na indústria eletro-eletrônica e na produção de alguns computadores, telefones e eletrodomésticos;
  • plásticos tipo celofane;
  • embalagens plásticas metalizadas, por exemplo, de alguns salgadinhos;
  • isopor.

>> confira aqui a lista completa de quem recebe recicláveis na sua cidade.

Este vídeo é triste, mas necessário.

Anúncios

17 Respostas to "não às sacolas plásticas!"

Excelente projeto que deve ser mais divulgado! Estou indicando o site para o MBA de Desenvolvimento sustentável do Banco do Brasil.

Não consegui acessar filme.

É muito bom este projeto, tenho andado pesquisando para o vestibular pis creio que vai cair esse tipo de assunto. Se vcs puderem comentar masi a fundo, eu agradeceria. Eu sou a favor das sacolinhas reciclaveis e as retornáveis.

nossa muito bom o filme, da para consientizar bastante gente. E tambem dá para achar varias fontes de reciclagem e recilclar tudo que nós usamos.
Bjs
Prestem bastante a atenção no video.

Vcs estão dizendo não as sacolas plásticas, gostaria de saber o que pode ser feito com todo o material utilizado na produção de sacolas, já que a grande parte das sacolas são recicladas de material extraido do petróleo, fica a pergunta, pode ser evitado a produção de sacolas quando feitas de maretial de primeira linha o material virgem, mas quanto ao material reciclado o que vai ser feito com ele? No Brasil já se encontra um programa de aproveitamento desse material?

Oi! Muito bom o post! Linkei ele no meu blog, ok? Abraço!

Talvez nem tanto a importância do petróleo usado/consumido na fabricação, mas a destinação das sacolas. SACOLAS VOAM! Inimaginável até onde conseguem chegar. Nem de perto sabemos TODO o mal que causam na natureza. Comecemos, pois, por adquirir aquelas sacolas disponibilizadas pelos supermercados (ainda que tenhamos que fazer a propaganda deles…). RECUSEMOS as de plástico. RECUSEMOS a embalagem de qualquer compra que caiba na palma da mão ou na pasta do colégio, ou na bolsa, ou seja-lá-o-penduricalho que estejamos carregando. DIGAMOS a comerciários, balconistas da RAZÃO de NÃO QUERERMOS A EMBALAGEM, da DESNECESSIDADE dela, ainda que de papel, às vezes! Saibamos dizer NÃO ante a insistência da/do gentil atendente, explicando que “A NATUREZA AGRADECE”! Seremos, inicialmente, UM dentre centenas, milhares, mas a idéia vai difundir-se! SACOLAS PLÁSTICAS VOAM! NÃO ÀS SACOLAS PLÁSTICAS!!!

Reciclagem
Nossos governantes deveria incentivar a reciclagem, ao invéz de ficarem boicotando as embalagens plásticas.
Os empresários deveriam entrar com um abaixo assinado contra essa ridicula atitude do governo.
Isso acarretará mais desempregos.
Ao passo que a reciclagem favorecerá mais empregos.
Unam-se contra isso..
Não é assim que vão resolver o problema do meio ambiente.

Reciclagem
Nossos governantes deveria incentivar a reciclagem, ao invés de ficarem boicotando as embalagens plásticas.
Os empresários deveriam entrar com um abaixo assinado contra essa ridicula atitude do governo.
Isso acarretará mais desempregos.
Ao passo que a reciclagem favorecerá mais empregos.
Unam-se contra isso..
Não é assim que vão resolver o problema do meio ambiente.

Gente !!! acesse : http://www.sacolinhasplasticas.com.

e acabe com suas duvidas!!!

pessoal,
o ministério do meio ambiente está com uma nova campanha :
SACO É UM SACO. e o projeto é bem ambicioso e esta em alinhamento com várias redes de supermercado para que elas possam começar a adotar as eco-bags.

http://blog.mma.gov.br/sacolasplasticas

Para todos aqueles que estão viajando na maionese sugiro que acessem o site http://www.plasticbagrecycling.com.br
A culpa não é do produto e, sim, de uma falta de comprometimento.

Tchananã Tchananã ♪

Tchananã Tchananã ♪ (:

Na Itália, os fabricantes de sacolas plásticas simplesmente exigiram que o governo definisse o que é uma sacola plástica.
A partir daí, começaram a fabricar sacolas com um modelo diferente daquele definido pelo governo e a lei “não pegou” totalmente.
Aqui só se pensa em proibição, daqui a pouco não poderemos utilizar mais nada, pois tudo pode ser mal utilizado ou causar poluição.
Porque não se dá prioridade aos processos de reaproveitamento do lixo criando usinas imensas de beneficiamento do lixo como existem em países desenvolvidos?
Talvez porque contrariam interesses financeiros de grandes grupos, etc. etc. etc. …
Eles dizem que a população quer este projeto? Será? Mas quem?
Todos que conheço são contra, então há alguma coisa estranha nisso!

O problema é o uso das sacolas ou a falta de respeito com a natureza, por não sabermos que existe lixeiras para descartá-las?
Acredito que vamos trocar sacolas plásticas por sacos plásticos em nosso lixo orgânico, então seremos um povo evoluído a partir deste dia.
Qual será a redução nos preços praticados pelos comerciantes, ou será que as sacolinhas não entram na planilha de custos destes…
Por favor, vamos acordar!
Jorge

PARCELA

Tenho andado preocupado com o mundo
Com a vida em geral
O ar, a água
A emissão de gás carbônico na atmosfera
As florestas e os animais que habitam nela
Preciso fazer algo
Hoje irei ao supermercado a pé
Levarei comigo minha mochila

do livro Porém Efervescente, Marcelo Plácido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

este blog está abandonado por conta do intenso trabalho em meus outros blogs:

www.blogconsultoria.natura.net

www.eupossocuidardemim.com.br


blog stats

  • 330,639 acessos

aqui, acolá

RSS feed dos posts meu Technorati profile del.icio.us bookmarks
View Luciana Soldi Bullara's profile on LinkedIn

movimentos…

Add to Technorati Favorites Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

del.icio.us

na gaveta

flickr photos


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
janeiro 2007
S T Q Q S S D
    fev »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
%d blogueiros gostam disto: